em 

TODO O SITE  

é feio mas tá na moda

10.10.17

 #moda




Entre os cenários mais majestosos do mundo - pense num desfile aos pés da Torre Eiffel como fez a Saint Laurent, a Semana de Moda de Paris se encerrou confirmando algumas tendências saborosas, a volta de alguns ícones inimagináveis e a sensualidade renovada como prato principal.



Se até aqui brilharam transparências reveladoras e decotes pra lá de profundos, o final da temporada aparece mostrando uma sensualidade bastante elegante e madura, mantendo o corpo em evidência, mas com classe, como fez magistralmente Pierpaolo Piccioli na Valentino.



A sensualidade mora nos detalhes pra Louis Vuitton, entre ombros e barriguinha de fora, pontuando a mistura entre glamour e peças esportivas que é a cara de Nicolas Ghesquière. Chamaríamos atenção pros óculos com cara de esqui bem anos 90, mas nada vai dar mais o que falar do que a t-shirt de Stranger Things, quem não quer? 



Stella McCartney parece ter se debruçado sobre as mesmas referência e o resultado foi delicioso, como algumas de suas melhores coleções. Básica com twist ou sofisticada mas com carinha de conforto, como você preferir, mas com o corpo mais em evidência que de costume e ótimos acessórios em contraste (olha os óculos esportivos de novo aí!). 



E quem bebe na fonte de Stella tem tudo pra curtir também a versão mais madura e recatada de seu minimalismo solto e desconstruído na Céline, que segue sem mudar um triz de seu estilo... mas pra quê mexer em time que está ganhando, não é mesmo? Atenção pra sua versão das franjas, outro toque que apareceu aqui e alí nessa temporada e a gente adora! 



E adore você ou não, Demna Gvasalia, o estilista queridinho da vez em Paris trouxe de volta um assunto polêmico na Balenciaga: a Crocs. Mas não só, uma versão com plataforma que tem tudo pra ser o "ame ou deixe-o" da temporada. O mais legal foi ver a peça misturada com o tradicionalíssimo xadrez britânico num styling super fresco e moderno que inclui também a pochete, outra onda que os mais conservadores vão ter que engolir. 



E aí, vai encarar? 
TOPO