adoro!

O Adoro cresceu e agora além dos posts você vê aqui as imagens da galeria, fotos do Instagram e vídeos do nosso YouTube. É só escolher as categorias e se inspirar.

as flores da clau

bola_clau

A gente descobriu as estampas da designer Clau Cicala e foi amor à primeira vista. Como a gente, ela ama as cores do Rio e as flores. A sintonia já até deu samba em trabalhos da Clau pra FARM.  E já que talento e histórias inspiradoras sempre têm espaço por aqui, o adoro foi bater um papo com ela pra saber mais. Vem ler! ;)

clau7

“A minha vó materna é pintora de quadros e me lembro de quando ela me ensinou a desenhar flores e como misturas cores. Conviver com tintas, telas e pinceis era algo diário. Cheguei até a restaurar um quadro que minha mãe tinha pintado na juventude, foi incrível!”, conta Clau.

clau5

A Clau é de São Paulo e, desde que se mudou pro Rio, há sete anos, fez pós em estamparia e focou nos estudos, o que só reforçou o as práticas de menina. Daí, pra juntar o dom ao conhecimento foi mole: ela se aprofundou em técnicas, aprendeu a usar diferentes softwares e desenvolveu traços manuais pra criar a própria identidade.

clau2

“Um dos diferenciais é a técnica de desenhos com a Copic, canetinha japonesa. É uma caneta muito usada, mas não tão acessível. Ela tem duas pontas, uma em formato de pincel e outra de marcador, e são incríveis pra desenhar e criar texturas . Acabei desenvolvendo minha própria técnica, os ‘tracejados paralelos‘, pra usá-las. Deu certo!”

clau4

Depois dos traços definidos e cheios de personalidade e um estilo de criação bem aceito pelo público feminino, a Clau começou a transformar suas estampas em produtos. Surgiu assim a primeira linha de acessórios da artista formada por itens básicos e indispensáveis no dia a dia de toda mulher! ;)

clau1

“Decidi criar uma padronagem que traduzisse a junção do mar e os florais, que tanto amo fazer. Fui pra Angra dos Reis e de lá a inspiração veio. Criei mais de dez elementos manualmente com lápis aquarelável e Copi, montei dois tipos de rapport no Photoshop e assim surgiu a estampa chamada “Flowers in the Sea”.

clau3

A Clau diz que se rendeu às “carioquices” da gema e que o Rio de Janeiro influencia muito no processo criativo do seu trabalho: “A influência é visível pelas cores vibrantes e pelos florais. Aqui, desabrochei meu estilo de traço e técnica, amadureci profissionalmente”. E já que o assunto é inspiração, a gente também entrou no clima de tanta delicadeza e convidou a Clau pra fazer uma das estampas da coleção de verão 2015, é a “Floral Clau”. Ó que lindeza no e-FARM!

clau6

Pra conhecer mais sobre o trabalho da nossa paulista com jeito de carioca é só correr pra cá. Ela garante que as dificuldades na área de criação são muitas, mas foco é tudo: “Descubra o que realmente tem habilidade, se é com desenho manual, manipulação de imagens pra estampas fotográficas, coloração etc. Treine, estude, erre e aprenda“. Pegou a dica? Agora é só deixar a criatividade solta por aí e aproveitar!! :)

novidadinhas de sexta

Já tá pronta pra programar? Bora que tá quente!

novidadinhas1

– Os blogs Zona Norte Etc e Aceita um Livro se uniram pra fazer mais uma edição da “Biblioteca da Gratidão“, amanhã. A ideia é compartilhar livros, CD’s, fotografia, arte e, claro, carinho. É só chegar pra sentir e curtir o climinha!

–  Esse sábado rola o Mutirão Horta da General Glicério. A ideia é chegar junto pra colorir os canteiros da rua de Laranjeiras e trocar ideias de iniciativas coletivas. Ainda rola um picnic pra fechar tudo com muito carinho!

– Amanhã também rola a próxima edição do Design na Praça na Praça Cacilda Becker! Confira a programação completa pra não perder nenhum detalhe aqui!

novidadinhas2

– O Rio agora tem um flea market de reponsa pra chamar de seu. O Hype Free Market acontece nesse domingo no shopping Città America e apresenta mais de 160 expositores. Entrada gratuita!

– Na próxima terça inaugura a exposição “EAV 75.79 – um horizonte de eventos”, com obras feitas entre os anos 1975 e 1979, logo quando o Parque Lage foi aberto ao público. Boa pedida pra ficar por dentro da história desse cantinho da cidade!

– No dia 4 começam as aulas do curso “Fotografia autoral: da ideia à imagem”, no POP, com o superfotógrafo Jordi Burch! Dá pra fazer a inscrição aqui, ó!

Só fica de bobeira quem quer!

top 5 hambúrgueres cariocas

bola_principal

Quando o assunto é hambúrguer, nem a turma mais light resiste – sempre bom sair da dobradinha feijão com arroz, né? Daí, resolvemos eleger os sandubas mais bacanas do Rio e descobrimos uns vegetarianos tão incríveis quanto os de carne. Olha aí o nosso top 5:

Vegetariano.2

1- House Made Veggie Burguer, do P.J. Clarke’s

Feito na própria casa, como já bem diz o nome, o hambúrguer, criado pelo chef Vinícius Rollo, leva abobrinha, cenoura, farinha de milho, sal e pimenta, e vem com saladinha de rúcula no pão integral. Alternativa perfeita pra turma vegetariana que ainda não foi conhecer o espaço inaugurado no finzinho de agosto.

Captura de tela 2014-10-30 às 16.59.43

2- Quinoa Burger, do .Org Bistrô
O cardápio inteiro é uma delícia, mas o hambúrguer de quinoa, recheado com cebola caramelada, alface e tomate no pão integral e molho misturinha de mostarda, mel e limão é motivo o suficiente pra fazer um pit-stop. Detalhe: vem servido num tábua em formato de coração.  A chef Tati Lund, dona do restô, deu a receita no programa dela, O Tati Com Limão, do canal Woohoo. Só pegar aqui ó.

10760_886380324705975_4552842162291117821_n

3- Veggie Burguer, Murray’s Burguers Republic
Inaugurada em outubro, a Murray’s, no Centro, tem mais de 10 opções criativas de hambúrgueres caseiros. A versão vegetariana, tem carne de soja, palmito de pupunha, salsa e cebolinha, servido com ratatatoüille de legumes. A opção light também é a boa, só escolher a carne e o pão e substituir as batatas fritas por mini berinjela ou mini abobrinhas gratinadas, por exemplo.

10476478_330386293799496_1422084237385309603_o

4- Hambúrguer Vegetariano
Foi no Art Core, que aconteceu há algumas semanas no MAM, que a gente conheceu o burguer de lentilha com aveia do chef argentino Pablo Sersewitz. O sanduíche feito no pão multigrãos, com relish de pepino, relish de cebola ao vinho malbec, queijo, molho de tomate defumado e maionese vegana de cenoura, fez tanto sucesso que até que não é vegetarianos aderiu. Ele também tem a versão pra delivery, só entrar em contato por email: vegetarianohamburguer@gmail.com ou tel: (21)97433-1741.

image1

Pé na jaca:
5- Larica Burguer, Larica Gourmet

Quem quiser fugir dos vegetarianos tem de provar o Larica Burguer, nossa outra descoberta do Art Core, criado pelo Larica Gourmet, das sócias Ana Cecília e Marina. Leva maionese de iogurte, farofa de bacon, cebola caramelizada no melado e pão de abóbora. Hum.. Pra saber qual a próxima parada do foodtruck, segue o insta de lá.
A gente ficou com água na boca só de escrever a pauta. Bon appétit!

a gente adora: espadrille

bola_alpargatas

Ela já ganhou o posto de queridinha do verão: a espadrille virou favorita pra quem quer sair linda e confortável por aí. Vem conhecer os modelos estampados que estão na pré-venda do e-FARM:

alpargatas1

Não basta ser funcional e ter conforto, né? A gente por aqui adora enfeitar. E verão é pra colorir e misturar. ;)

alpargatas2

As espadrilles são super democráticas porque você pode usar desde o pós-praia, até pra ir pra faculdade, ou curtir um sambinha bom no fim de semana. É só enfiar o pé e se despreocupar.

alpargatas3

Por quase lembrar uma sapatilha, ela mantém o look arrumado na medida certa. O segredo tá no restante das peças escolhidas. Ela cai bem com vestidos curtinhos, longos ou mídi e também dá aquela salvada no look com sortinho jeans. ;)

alpargatas5

Quem curte calça skinny pode aproveitar e dobrar um pouco a barra na hora de calçar, fica fofo! Essa também é uma característica bacana da espadrille: ela é ótima pra tirar a seriedade de uma produção mais básica e monocromática.

alpargatas4

Curtiu e quer escolher a sua? Corre lá no e-FARM e aproveita o parcelamento em 8x com frete grátis!

música sustentável

bola_lenine

Sabe aquela história que inspira e enche o peito de coragem pra transformar o mundo? Dia desses, a gente bateu um papo com o Lenine e constatou que, além de (bom) músico, ele tem uma trajetória linda em defesa socioambiental. Resumindo: se a arte, o amor e a natureza falarem mais alto, deixa o som invadir a alma e vai à luta sem medo! :)

lenine1

De março a julho desse ano, o Lenine protagonizou os ‘Encontros socioambientais’, que integram o Programa Petrobrás Socioambiental, e percorreu do Acre ao Rio de Janeiro conhecendo gente em busca de um mundo melhor, sem a ideia fantasiosa da perfeição. A proposta foi criar uma turnê sustentável ao lado de gente do bem.

lenine2

“Encontrei através da minha música e da minha exposição uma forma de dar foco, luz e voz a esse povo maravilhoso que se joga na melhoria do ser humano e do coletivo. Existe sonho em cada uma dessas pessoas. Prefiro acreditar que trabalho com educação, que faço jornalismo…. Minha música é além do entretenimento e é isso que me dá sentido”, conta.

lenine3

Conversa vai, conversa vem, a gente descobriu outro assunto em comum: o amor às flores. Há alguns anos, o Lenine mantém um orquidário na sua casa de serra e, até aonde contava, já tinha mais de seis mil plantas: “Tudo me encanta nas flores. Primeiro, a síntese da evolução, a adaptabilidade, depois o hibridismo. Acho que faço uma música muito híbrida também. A flor tem os dois sexos, a autopolinização… É uma parte muito instigante e inebriante!

lenine7

Falando de música, a turnê de Chão está chegando ao fim, depois de rodar o país todinho (e fora dele também) por dois anos. Tanto o processo de gravação do álbum quanto o processo de produção dos shows trouxeram um novo modelo de sonoridade e de relação ambiente-música-plateia: “Nos espetáculos, usei o surround, ferramenta de som associada ao cinema, uma conquista interessante. No início, causou estranheza no público, pois o som vinha de todas as direções!”.

lenine5

O uso de sons do cotidiano foi a outra boa nova do disco e, consequentemente, dos shows. Na música “Amor é pra quem ama“, por exemplo, tem o som original de um pássaro no áudio, o Frederico: “Houve uma delicadeza nisso, no som do Frederico, nas batidas do coração do Bruno, meu filho… Pois esses sons não foram editados pra entrar na música. No espetáculo também foram usados e isso acaba por ser um deslocamento de realidade. É um jogo sensorial”.

lenine6

Ó, a dica é das boas: pra quem ainda não assistiu ao show, ele encerra amanhã a turnê no Rio de Janeiro, oportunidade boa pra conferir tudo pessoalmente. Pra quem já assistiu, vale repeteco porque em cada show rolam novas experimentações musicais: “O espetáculo não é fechado, ele se transmuta e coisas novas vão sendo incorporadas. É não cair nos mesmos maneirismos, descobrir outros caminhos, rotas e retas. Gosto de desconstruir!”

lenine4

O ao vivo e a cores a gente confere nessa sexta-feira, a partir das 22h, no Vivo Rio. Preparem-se pra um show lindo, cheio de consciência e transbordando emoção. Ah! É pra quem concorda que a vida é mais do que viver, é sentir! ♥

galeria – thaíssa esteves nunes

Dia desses o nosso gerente de branding Carlos Mach conheceu o trabalho da Thaíssa em Curitiba, e veio logo contar pra gente das ilustras lindas da moça. Claro também nos encantamos com as aquarelas da Thaíssa, e tratamos logo de fazer uma seleção das cores do seu dia a dia pra nossa Galeria!

Aqui um pouco de todo o universo dela, arte que faz sorrir ;)

frida pra ser lida

bola_frida

A gente já contou por aqui que a nossa mini-coleção Las Flores foi inspirada na estética e nas cores da artista mexicana Frida Kahlo, né? A inspiração foi além das roupas e invadiu as prateleiras. Vem ver os livros da Frida que estão à venda nas nossas lojas físicas! ;)

frida6

O “Frida Kahlo: Retrospective” (ó a imagem da capa aqui em cima), traz os aspectos menos conhecidos da vida e do sentimento da artista, das mensagens ocultas na obra às história do cotidiano. Ah! Além disso, o livro conta também com um ensaio fotográfico produzido pela neta dela, a Cristina Kahlo, com registros da coleção privada da família.

frida2

A outra dica de leitura é Alas Rotas, o “Diário da Frida Kahlo: um autorretrato íntimo”. O livro traz ilustrações de aquarela, poesia e desenhos íntimos da artista. A ilustração escolhida pra ser a capa do livro foi essa aqui de cima, do cantinho direito. Forte, né? Vale dizer também que o Diário documenta os dez últimos anos da vida da artista. Um prato cheio pra quem curte arte na constante busca por conexão, paixão e significado! ♥

frida8

A Frida nasceu no México, em julho de 1907, e é um dos ícones da arte e do universo feminino mais representativos e simbólicos da história. A artista conseguia trazer pra si suas próprias dores, fraquezas e fragilidades, enxergando beleza na dor. A gente amou levar um pouquinho da intensidade e do colorido da artista pra Las Flores, o processo de criação foi muito rico e especial.

frida1

Anota aí as lojas aonde você encontra os livros: Gávea, Ipanema, Rio Design Leblon, Rio Design Barra, Centro 1 e Centro 2, Fashion Mall, Higienópolis e Higienóplis 2, Harmonia, Iguatemi e JK.

Agora aproveita o clima pra conhecer ainda mais da artista por aqui e passar no e-FARM pra conferir as novis da mini-coleção. Beleza pura!

farm entrevista – estúdio amor

_Capa

A gente é fão do Estúdio Amor, que espalha design handmade e inspirador por aí. Tudo começou quando eles resolveram casar e morar fora. A festa foi temática com direito a convite em forma de passaporte. “Foi uma experiência meio low-budget, mas rica em detalhes, que rendeu elogios cheios de emoção. Gostamos tanto de fazer e de ver o resultado que quando voltamos pro Brasil começamos a ajudar os amigos a tornar outras festas mais bonitas” contam Marcelo e Camilla, os nomes por trás de tanto amor. Vem saber mais:

IMG_8111

Quais aprendizados tiraram de casar e morar fora?

Olha, casar muda tudo. Pra melhor! Mas profissionalmente, morar, estudar e trabalhar como freelancer na Europa foi incrível. Quando fomos pra Inglaterra fizemos alguns cursos muito bacanas, em especial um de Tipografia e outro de Cool Hunting, na Central Saint Martins. Os dois foram analógicos. O de Tipografia, foi lápis, tinta e papel, totalmente handmade, e o de Cool Hunting foi a maior parte do tempo nas ruas de Londres, buscando um novo olhar para as coisas do dia a dia, o que ajuda a identificar novas tendências de comportamento.

estudioamor3

A gente sempre amou as coisas feitas com as mãos, com tinta, madeira, enfim. Mas lá no casamento a gente fez isso se transformar em uma experiência pras pessoas, e isso foi muito emocionante. Aí veio toda a inspiração da Europa e pronto, quando pisamos de volta no Brasil percebemos que tínhamos que usar isso, e foi aí que o giz começou a se tornar uma marca importante do nosso trabalho.

Quais serviços você oferecem no estúdio?

Fazemos quadros personalizados, projetos tipográficos e agora estamos criando produtos pra decoração com a nossa arte. Acabamos de colocar no ar nossa lojinha virtual e a ideia é oferecer às pessoas produtos legais, inspirados no amor e feitos com muito carinho. Os quadros personalizados são produtos muito especiais pra gente, porque cada projeto é único e reflete a personalidade de alguém. A recompensa em um trabalho assim é muito incrível, porque as pessoas ficam realmente emocionadas em ver uma coisa feita cheia de carinho e exclusivamente pra elas.

estudioamor4

Todo trabalho tem sempre um significado importante, isso porque temos muitos pedidos para casamentos, quadrinhos de porta de maternidade e presentes de aniversário, ou seja, a gente tem o prazer de fazer parte desses momentos da vida das pessoas. Então é tudo feito com muito amor pra ajudar a transformar esses momentos em algo ainda mais especial.

A gente usa muito o giz nos trabalhos, porque realmente o resultado é lindo, mas já fizemos projetos tipográficos com tinta em paredes, cavaletes de madeira de demolição e mais um monte de outros materiais legais pra restaurantes e projetos de arquitetura. O importante é estar sempre aberto a ideias e testar coisas novas. Para os produtos da loja, agora estamos fazendo serigrafia, é o máximo!

Qual a dica pra manutenção de uma peça feita com giz?

Amor e, principalmente, cuidado! Hehehe. Mas temos alguns segredinhos pra evitar o estrago dos dedinhos curiosos. Sabia que até spray de cabelo ajuda?! (Mas não tentem isso em casa!)

estudioamor5

Qual conselho vocês dão pra quem quer aprender a arte da caligrafia?

Hoje em dia a internet faz maravilhas pra quem quer aprender. Com caligrafia não é diferente. Tem o Pinterest, tutoriais no Youtube, Instagram… Enfim, tudo serve de inspiração pra começar a aprender. Comece aos pouquinhos, tentando uns rabiscos despretensiosos. Com força de vontade, dedicação e amor tudo se aprende. Mas, claro, cursos são sempre legais e te ensinam o caminho das pedras muito mais rápido. A gente mesmo vive fazendo cursos. Na nossa última viagem, por exemplo, fomos ao Japão e tiramos uns dias pra aprender novas técnicas de caligrafia com uma professora local. Foi lindo e a gente voltou cheio de ideias novas na cabeça e o coração batendo mais forte pelo que fazemos.

estudioamor2

Infelizmente, aqui no Rio, não tem muitos cursos nessa área e a gente quer ajudar a mudar isso. Temos planos de ano que vem começar a dar cursos também. Afinal, conhecimento é que nem amor, é muito melhor quando compartilhado, né?!

Qual o tamanho da equipe de vocês?

Por enquanto somos só nós dois. Aliás, tem o Nicolau, nosso cãozinho! Mas ele (ainda) não ajuda em nada… rs. Nós trabalhamos muitos anos em publicidade, sempre amamos trabalhar com criação, mas aos pouquinhos o coração foi escolhendo um caminho fora das agências. O que fazemos hoje não é mais trabalho, é escolha de vida. Mas o melhor de tudo é que essa escolha é baseada no sentimento mais bonito que existe, e ao lado da pessoa que faz todo esse sentimento ter sentido. Não tem como pedir mais da vida. Mas olha, a gente está vendo tudo crescer tão rápido que em breve, quem sabe, a gente pode precisar chamar mais gente pra dividir essa experiência incrível. Tomara!

estudioamor8

Como é esse dia a dia de trabalho junto com o amor? 

É lindo! Nos conhecemos no trabalho, ainda em agência, viramos amigos e um tempo depois nos apaixonamos. Então, pra gente, trabalhar junto é meio natural. Além disso, temos gostos parecidos, nos entendemos e cada um tem um papel muito bem definido dentro do Estúdio. Trabalhar junto de quem se ama é maravilhoso, mas tem que ser uma soma, não uma competição. Acho que esse é o segredo.

Como vocês vêem esse mercado de arte no Brasil hoje?

A gente sempre viajou muito e viu por aí o interesse das pessoas por comprar arte. No Brasil ainda havia a idéia antiga de que comprar arte é coisa de rico. Não é. Hoje a gente vê com esperança o crescimento de projetos que vendem o trabalho de designers, artistas, fotógrafos, ilustradores etc.

estudioamor6

Temos visto surgir eventos, lojas e sites e, principalmente, o interesse das pessoas em consumir isso. O Estúdio Amor quer é contribuir com essa cultura, com o prazer de levar pra casa um trabalho assinado, exclusivo, ou que simplesmente é o resultado de alguém trabalhando no que ama.

Tem algum projeto que vocês consideram especial?

Há alguns meses começamos um projetinho no Instagram, o #digoporqueteamo. Toda sexta-feira a gente posta uma frase nova pra ajudar as pessoas a espalharem o amor. Quem quiser pode usar a frase da semana pra dar um recado pra quem ela ama, tagueando a pessoa nos comentários. Um jeito de dar aquela forcinha pro amor e deixar o mundo mais apaixonado.

estudioamor9

Então, já que amanhã é sexta, fica a dica pra quem quer ajudar a espalhar mais amor por aí: @estudioamor. Obrigada pelo papo, queridos!

todos selecionam

Tá precisando de um emprego ou estágio novo? Se liga nas vagas bacanas que a gente descobriu que estão rolando por aí:

todos_selecionam22

-6D (RJ): Redator pra criar textos institucionais, mídias sociais, produção de conteúdo. Prática em redação publicitária conta como ponto extra e diferencial. Habilidades: Excelente redação, facilidade de relacionamento com o cliente, foco, organização.Mande o seu currículo para oportunidade@6d.com.br.

- Dermage (RJ): Estagiário (a) de Design. Precisa adorar beleza, ser antenada, saber Photoshop, Indesign e Illustrator pra criar layouts pras mídias sociais da marca. Envie CV + portfólio pra laraujo@dermage.com.br

- Animale (RJ): Assistente de Comércio Exterior. Precisa ter superior Completo de Relações Internacionais (Comércio Exterior), disponibilidade de horário, conhecimento básico da área de importação e inglês fluente. Atividades: Acompanhamento de compras internacionais, negociação com fornecedor, controle de entregas, pagamentos. Enviar CV pra th@animale.com.br com o nome da vaga no assunto.

- República (RJ): Analista de conteúdo digital pra trabalhar com a recém conquistada conta de sucos Greenday.
Alguns pré-requisitos: intimidade com o mundo feminino, mínimo de experiência de 1 ano com mídias sociais,domínio de Photoshop e Illustrator; curtir muito escrever; experiência com desenvolvimento de relatórios de resultados; saber fotografar, mesmo que seja só no iPhone. Envie e-mail + cv para andre@republica.ag, com a vaga no assunto.

- Wollner (RJ): Assistente de marketing. É preciso ser criativo, organizado, curtir moda e visual merchandising. Enviar CV pra marketing@wollner.com.br

- Vice (SP): planner criativo pro departamento de Criação/Brand Solutions. Necessário ter experiência, audácia e inconformismo. Domínio de Inglês e Keynote. Leitor dos canais da VICE sobe pela porta da frente. Interessados, enviar currículo + portfolio para natalia.brito@vice.com.