em 

TODO O SITE  

yoko, the one

18.05.15

 #moma #yoko ono

bola_yoko

Em 1966 um dos homens mais famosos do mundo, líder da maior banda de rock de todos os tempos, visita uma exposição de arte em Londres, sobe uma escada, pega uma lupa e lê uma palavra no teto: Yes!

1

John Lennon então disse sim, ficou fascinado pela obra de arte e quis conhecer a criadora, uma jovem e talentosa artista japonesa que através dele se tornaria uma das mulheres mais famosas (e detestadas!) do mundo.

2

E se pra você também ela é só a mulher que separou os Beatles, tá na hora de você rever os seus conceitos e descobrir um pouco mais sobre a artista, cantora, pacifista e musa que inspirou John Lennon em algumas de suas melhores criações!

3

Sim, deixe a pinimba de lado por que Yoko Ono é demais, e você vai ter uma chance ótima de descobrir isso agora, na super retrospectiva "Yoko Ono: One Woman Show, 1960–1971" que abre as portas esse finde no MoMa, e promete aquecer ainda mais o verão de NY.

4

A expô revisita seus momentos artísticos, como a formação do Fluxus, movimento de arte conceitual  vanguardista que redefiniu a década de 60 com performances e instalações inesquecíveis como Cut Pieces, e o livro Grapefruit onde Yoko dava instruções pra que qualquer um pudesse viver e criar experiências de arte.

5

Sem contar suas obras pacifistas que começaram com John e seguem fortes até hoje, quando ainda precisamos pedir pro mundo dar uma chance a paz.

6

Pra quem não conhece sua porção cantora, também vale ouvir suas músicas estridentes e experimentais, que fizeram dela a rainha da dance music e uma das precursoras da música eletrônica nos anos 70.

7

Sem contar as músicas inesquecíveis criadas por John pra ela como "Just like starting over", "Oh, Yoko", "Woman", "Imagine" e mais todas que amamos.

8

E aí, está ou não na hora de "give Yoko a chance"?

veja em novidades

outras cores >
outras cores >
outras cores >
outras cores >
outras cores >
TOPO

aperta o play

inativa